Radio

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Eunício abre os trabalhos do Congresso e defende reformas para garantir o desenvolvimento

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), abriu oficialmente o ano legislativo, nesta quinta-feira (2), em sessão conjunta do Congresso Nacional. Na cerimônia, o senador passou em revista às tropas e foi saudado por uma salva de tiros de canhão antes de se dirigir ao Plenário da Câmara dos Deputados. No discurso, para o Plenário lotado, Eunício Oliveira se mostrou otimista com o futuro do país. O parlamentar destacou que o fim da crise econômica está próximo, mas defendeu reformas urgentes para garantir o retorno do crescimento.

“Ainda não saímos da recessão, mas podemos dizer que ela está no início do fim. Sabemos que há problemas estruturais prestes a explodir caso não continuemos a buscar soluções negociadas, como as crises financeiras de estados e municípios.  E o Congresso tem muito a colaborar para a solução desses problemas, apesar de não serem desafios corriqueiros, pois envolvem interesses diversos e naturais em função das conhecidas diferenças regionais do desenvolvimento brasileiro”, explicou.

Ao ressaltar o papel do Congresso Nacional na busca pela retomada do desenvolvimento nacional, Eunício Oliveira voltou a defender uma relação harmônica entre os Poderes para assegurar o retorno da confiança no país, como fez quando tomou posse na presidência do Senado.

“Não há cooperação possível onde prevalece a desconfiança, sentimento que divide e que, levado ao limite, inviabiliza a vida social.  Em uma sociedade plural como a nossa, sempre há divisões e conflitos. São inevitáveis.  E justamente porque são inevitáveis é que precisamos confiar uns nos outros e nas instituições. Se perdemos essa confiança, perdemos tudo.  Reforçar a credibilidade das instituições, estabelecer uma relação de efetiva cooperação entre os poderes, tudo isso é condição necessária para que se consolide na sociedade um clima de confiança mútua”, enfatizou.

O presidente do Senado alertou que é preciso encontrar meios de garantir uma distribuição de renda mais justa e de incentivar a aproximação da juventude com o mercado de trabalho. Eunício Oliveira insistiu que, para crescer, o país precisa passar por reformas.

“Reformar, reformar, reformar realmente tem que ser a palavra de ordem do governo e do congresso nacional. Precisamos recolocar o brasil no futuro. Teremos pela frente um ano intenso. O Congresso, como sempre ocorre ao longo da história, será mais uma vez chamado a deliberar sobre matérias cruciais. É imperativo que enfrentemos com coragem e determinação as reformas que se impõem e que eventualmente tocam temas polêmicos e sensíveis”, afirmou.

O presidente do Senado observou ainda que medidas de combate a corrupção deverão ser fortalecidas no país.

“Quero dizer que estamos igualmente comprometidos em fazer avançar no Congresso, com serenidade e foco no longo prazo, as medidas necessárias para fortalecer o combate a um dos males mais danosos para a democracia, por seu efeito especialmente corrosivo sobre a confiança. É preciso que trabalhemos, nas respectivas esferas de competência e tendo em vista as necessidades a que devemos atender –, não apenas de forma coordenada e harmônica, mas efetivamente cooperativa. Para isso, estamos dispostos a fazer avançar as discussões com todos os poderes envolvidos, inclusive o Ministério Público”, acrescentou Eunício.

Fonte: Presidência do Senado.  
www.eunicio.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário