Radio

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Acude Poço do Bento obra parada diz deputado Carlomano Marques

A construção do Açude Poço do Bento que fica há 18 km da sede do município de Solonópole esta paralisado. Consultando o Portal da Transparência foi verificado que houve quatro pagamentos só no ano de 2015 a empresa Visual Construções Ltda. Sendo que no dia 27/10/2015 recebeu o valor que se empenha para fazer face as despesas com a 13ª medição da obra da barragem do Poço do Bento, zona rural do município de Solonópole, concorrência Nº 001/2011 e aditivos.

O deputado Carlomano Marques falou "Olha, eu estive com o diretor geral do DNOCS - Departamento Nacional de Obras Contra Seca, e há uma falha do prefeito porque o prazo de tempo se expirou e ela não pediu um novo prazo, más nós pedimos e o diretor geral concedeu mais 180 dias para que a empresa faça a correção da barragem de areia e faça a correção da tomada dágua. Feito isto, eu já tive com o Senador Eunício Oliveira no Ministério da Integração, na hora que a empresa fizer a correção da tomada dágua de uma parte da parede do acude , o Ministério manda a última parcela para o DNOCS, e o DNOCS manda para a Prefeitura. Agora, depende da apetite do prefeito, e depende da empresa sanar esses dois problemas técnicos. Lá não existe corrupção, lá não existe roubo. O que existe é problema técnico na parede do açude e na tomada dágua, só isso" enfatizou o parlamentar.

Quando indagado pela Emenda Parlamentar do Senador Eunício Oliveira datada de 31/12/2012, o deputado estadual Carlomano Marques disse: "Olhe, esse Açude Poço do Bento nasceu de um pedido, vamos falar bem claro, do deputado Pinheiro Landim que é de Solonópole que me pediu, Eu pedi ao Eunício e o Eunício liberou junto ao Ministério R$ 6 Milhões. Destes R$ 6 milhões o Ministério só liberou até agora R$ 3 milhões e 600. Falta a última parcela que é de R$ 2 milhões e 400 que é pra conclusão da obra. Ocorre que o DNOCS, o Ministério só libera o dinheiro se o DNOCS solicitar. E o DNOCS só solicita se for feita o reparo na parede do acude que tá uma parte que tá estragada, e na tomada dágua. Essa é a verdade. Ou o prefeito e a empresa se empenham em resolver isso, ou o DNOCS não pode impedir um dinheiro que é justo que peça mais desde que a obra esteja 100% realizada no ponto de vista técnica", afirmou o deputado estadual Carlomano Marques. Confira pagamento aqui.

A nossa reportagem entrou em contato com o prefeito municipal, porém até agora não se manifestou. Segundo uma pessoa ligada ao gestor disse que ele falaria a nossa reportagem.
Com exclusividade, ouça a entrevista com Carlomano Marques:

Nenhum comentário:

Postar um comentário