Radio

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Marina Silva pede apoio para governar e defende Programa de Governo

Após encontro com representantes do desenvolvimento sustentável na tarde deste domingo (21), a candidata à presidência da República Marina Silva liderou comício no bairro da Alvorada, em Manaus. Prestigiada por aliados, a ex-senadora pediu o apoio do povo amazonense para governar o país, caso seja eleita. “Não tem sido fácil fazer o enfrentamento das estruturas que aí estão”, disse, referindo-se aos ataques de seus adversários durante a corrida presidencial. “Uma coisa eu peço a vocês: é importante votar no nosso projeto”, frisou Marina. Junto dela, estavam companheiros da Coligação Unidos pelo Brasil, entre eles, o candidato ao governo do estado do Amazonas, Marcelo Ramos, e de Marcelo Serafim, que concorre a uma vaga no Senado, ambos do PSB.

“Por favor, escolham um dos que estão aqui. Sem eles é muito difícil governar”, pediu. A candidata também reforçou o que já disse anteriormente para se defender dos ataques que vem sofrendo dos adversários políticos. “Dá pra acreditar que quem foi analfabeta até os 16 anos, fez mobral e passou dificuldades vai acabar com o bolsa família? Dá pra acreditar que uma pessoa que, se não fosse pela educação, jamais estaria aqui, vai acabar com o Prouni e com o Fies?”, disse.

Marina Silva lembrou os eleitores que sua coligação montou uma plataforma na internet e realizou seminários temáticos para reunir sugestões e, assim, montar o programa de governo. “Fizemos seminários regionais sobre saúde, educação, segurança, infraestrutura, agricultura, turismo, energia”, citou. Na internet houve colaboração de cerca de seis mil pessoas. “Nós apresentamos um programa”, comentou. “Vocês sabem que hoje é possível fazer processos colaborativos para a gente poder fazer uma nova política. Não aquela que se faz para as pessoas, mas com as pessoas”.

A ex-senadora, que morou em Manaus na década de 1960, disse a eleitores que vai destinar recursos do pré-sal para a educação em tempo integral, uma das diretrizes de seu plano de governo. Outro tema reforçado durante o comício foi a intenção de investir na diversificação da matriz energética, principalmente em fontes de energia limpa, como, por exemplo, eólica, solar e de biomassa

Nenhum comentário:

Postar um comentário