Radio

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Novos Satélites: Star One C4 e D1(substituto do B4)

O Star One C4 (vai operar ao lado do C2) está em construção e tem sua previsão de lançamento para o terceiro trimestre de 2014. Junto com os satélites C1, C2, C12 e C3, faz parte da terceira geração de satélites Star One (denominada série C). Esses novos satélites asseguram a continuidade dos serviços de telefonia, televisão, rádio, transmissão de dados e Internet no Brasil, além de expandirem esses serviços para os países da América Latina e Estados Unidos continental. 

O satélite ocupará a posição orbital de 70 W, a mais importante para o mercado de Broadcasters no Brasil. Essa posição é considerada hot position por transmitir os sinais das maiores emissoras de televisão do País e ainda possuir um parque de 22 a 25 milhões de antenas parabólicas apontadas. É também a posição de operação da Claro HDTV, operadora de DTH do grupo Embratel. 

O lançamento será feito da base de Kourou, na Guiana Francesa, pelo foguete da Arianespace. 

O satélite Star One C4 ficará colocalizado com o Star One C2 e aumentará a capacidade em banda Ku na posição, assegurando a cobertura de todo o território nacional e garantindo a ampliação de atendimento para o oeste da América do Sul e América Central, além do México e dos Estados Unidos continental. 

Dados Técnicos - O Star One C4 possuirá 48 transponders (receptores e transmissores de sinais) em Banda Ku, triplicando a capacidade atual da posição orbital de 70 W nesta banda de frequências. 

A Banda Ku garante oferta de serviços como transmissão de vídeo e Internet diretamente aos usuários, além de telefonia em localidades remotas. 

O Star One C4 está sendo fabricado pela SSL, nos Estados Unidos, baseado na plataforma 1300E, e terá potência de 15600 W, massa total de 5635 kg e expectativa de vida útil de 15 anos. 

Star One D1 - O substituto do B4 

O Star One D1 inicia a quarta geração de satélites da Star One, a família D, com foco na Banda Ka, voltada primariamente para o atendimento ao Plano Nacional de Banda Larga e backhaul de celular. A cobertura de Banda Ka do novo satélite vai abranger as regiões Nordeste, Sul, Sudeste e partes das regiões Norte e Centro-Oeste do Brasil. 

O novo satélite é o maior já construído pela empresa, equipado com as Bandas C, Ku e Ka. Seu lançamento está previsto para o primeiro trimestre de 2016, a partir da base de Kourou, na Guiana Francesa, pelo foguete da Arianespace. 

O Star One D1 irá assumir a posição orbital de 84° W, garantindo a continuidade dos serviços em Banda C do Brasilsat B4. Ele terá ainda nova capacidade em Banda Ku para atender às demandas de dados, vídeo e Internet de clientes corporativos e de governo no Brasil, nas Américas do Sul e Central, incluindo o México. Além disso, o Star One D1 terá capacidade para atender futuras demandas que surgirão com a Olimpíada de 2016, já que será lançado no início do ano, além de poder ser utilizado por grandes empresas e por aplicações do governo. 

Dados Técnicos  -O Star One D1 está sendo fabricado pela SSL, nos Estados Unidos, baseado na plataforma 1300E, e terá potência de 16.602 W, massa total de 6.340 kg e expectativa de vida útil de 15 anos. 

O Star One D1 possui configuração de 28 transponders (receptores e transmissores de sinais) em Banda C, 24 em Banda Ku e cerca de 300 transponders equivalentes de 36 MHz em Banda Ka. 

As informações são da Embratel. Omena - Paulo Afonso - Bahia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário