Radio

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Pesquisa da PNAD/IBGE aponta para melhoria nos serviços de água e esgoto no Ceará

O Ceará tem mais domicílios com abastecimento de água tratada e com acesso a sistema de esgotamento sanitário. É que retrata a pesquisa PNAD do IBGE. Entre os dados que chamam a atenção estão os que demonstram que de 2012 para 2013, houve um aumento de 3,4% nos domicílios com esgotamento sanitário. Também houve um crescimento de 4% no número de domicílios com abastecimento de água.
De acordo com o estudo, a quantidade de domicílios, no Ceará, com água encanada teria passado de 78,2%, em 2012, e para 78,7%, em 2013. Já com relação ao esgoto, no Ceará, o percentual de domicílios teria passado de 37,3% para 37,8%.
Quando se faz o comparativo dos índices de cobertura entre 2013 e 2014, conforme dados da própria empresa, os atuais números apontam uma tendência de crescimento, tendo os seguintes resultados: em Fortaleza, o abastecimento chega a 98,59% e, no Ceará, a 98,03%. Já a cobertura de esgoto é 57%, em Fortaleza, e 38,7%, no Ceará.
Perspectivas - A Cagece vem realizando investimentos importantes, desde 2005, em Fortaleza, como a ampliação das redes de esgoto e a execução do Macrossistema de Esgoto, atendendo as sub-bacias do Siqueira e do Cocó. Com as obras atualmente em andamento, a previsão é que a cobertura de esgoto na Capital seja de 65% até o final de 2015. Até 2018, prevê-se chegar a uma cobertura em Fortaleza de 75%. A meta da Cagece é de que, até 2023, 100% de Fortaleza seja atendido com esgotamento sanitário.
Assessoria de Comunicação e Relacionamento da Cagece Sabrina Lemos - 3101.1826 / 8878.8932

Nenhum comentário:

Postar um comentário