http://picasion.com/
http://picasion.com/

Radio

sábado, 25 de março de 2017

ESTELIONATO QUALIFICADO Preso em Solonópole motorista suspeito de fraudar Operação Carro Pipa

Motorista circulava pela zona rural com GPS do programa, a fim de bater a meta de quilometragem diária.
Além dos aparelhos GPSes, duas pastas com planilhas de entregas também foram apreendidas e serão periciadas - Foto: Richard Lopes

Francisco Eldivan foi autuado por crime de estelionato qualificado - Foto: Richard Lopes
Um homem foi preso, nessa sexta-feira (24), na localidade sítio Val Paraíso, na zona rural de Solonópole, após uma abordagem de rotina da polícia.

No veículo de Francisco Eldivan de Araújo do Nascimento, 26 anos, o sargento Baltman e soldados Bleydson e Fábio, do quartel de Jaguaribe, descobriram que no banco traseiro havia dois aparelhos GPSes, usados na operação Carro Pipa. O condutor disse aos policiais que os caminhões estavam quebrados e ele estava circulando na zona rural para bater a meta de quilometragem diária. 

O suspeito foi levado à Delegacia Regional de Iguatu, onde o delegado Marcos Sandro Nazaré de Lira descobriu que os aparelhos deveriam estar instalados em carros pipas para abastecimento de água para pessoas carentes do semiárido nordestino e não em carro de passeio.

Os aparelhos eram usados como forma de fraudar o programa administrado pelo Exército Brasileiro, fazendo percursos simulados, como se os caminhões estivessem circulando e realizando coletas e entrega de água potável. De acordo com a polícia, o serviço é pago por quilometragem rodada.

Estelionato qualificado - Francisco Eldivan foi autuado por crime de estelionato qualificado e encontra-se recolhido na cadeia de Solonópole à disposição da Justiça. 

A polícia apreendeu ainda dois cartões eletrônicos de credenciamento dos dois caminhões cadastrados no Programa Carro Pipa, além dos dois GPSes ligados a uma bateria de moto, funcionando como se estivesse nos pipas.

Francisco Eldivan, em depoimento ao delegado Marcos Sandro, disse ser apenas motorista de um dos caminhões, chegando a indicar o proprietário deles, que será notificado para responder por vários delitos atrelados ao fato.

Duas pastas com planilhas de entregas também foram apreendidas e serão periciadas. Eldivan relatou à polícia que o caminhão pipa em que trabalhava estava com defeito e circulava em seu carro com os GPSes apenas para bater a meta.
*Com informações do colaborador Richard Lopes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário