Radio

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Prefeito Otacílio busca socorro para Milhã no Comitê de Combate a Estiagem do Ceará


O Prefeito Eleito do município de Milhã, Otacílio José Pinheiro de Macêdo, nesta segunda – feira (26/11), representou o povo Milhãense em reunião ordinária do Comitê de Combate a Estiagem do Estado do Ceará.

Nesta reunião o Secretário e Presidente do Comitê, Nelson Martins, concedeu a palavra ao Prefeito Eleito Otacílio Macedo e o representante milhãense cobrou atividades da atual Gestão de Milhã, notadamente, Defesa Civil, Secretaria de Agricultura, Exército Brasileiro, Conab, Secretaria de Recursos Hídricos e Sohidra.

Dentre as cobranças e requerimentos ventilou-se a necessidade urgente de se efetivar o aumento da distribuição de carros pipas, perfuração de poços, serviço de dessalinização, reativação da adutora existente e construção de nova adutora.

Em crítica pertinente, Prefeito eleito Otacílio Macedo observou que o COMDEC está desfeita de fato na cidade de Milhã desde outubro, bem como não foi engendrada nenhuma ação pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE.

É fato também que a Prefeitura nada tem feito quanto a distribuição sistemática de água; bem como nada tem sido feito para reestruturar a adutora que há muito vinha desativada, portanto, ações simples que hoje poderiam ter tolhido a falta d’água.

Ainda sobre o combate à seca e ações pelo Prefeito Eleito Otacílio Macedo, já existiram diversas reuniões com os Secretários Nelson Martins, César Pinheiro, Dr. Leão Montezuma, com Vice Governador Domingos Filho e Governador Cid Gomes, Deputados diversos e outras lideranças.

O Secretário de Estado César Pinheiro comprometeu-se no envio ainda esta semana de técnicos para engendrar ações no combate a seca, visando a reativação da adutora e construção de novas obras.

As ações emergenciais serão desenvolvidas através do comprometimento do Secretário Nelson e Coronel Bombeiro Tavares da Defesa Civil, que irão aumentar a quantidade de Carros Pipa, e pelo Exército Brasileiro – responsável pela distribuição na Zona Rural.

As ações, infelizmente, estão sendo desenvolvidas a despeito do “desagregamento” da atual gestão municipal, que ainda não determinou e muito menos nomeou a comissão de transição, mesmo tendo sido a lei aprovada, com a indicação dos membros pela atual oposição, na Cãmara Municipal.

A situação em Milhã é dessa forma de muita preocupação e as conseqüências poderão ser muitas a próxima administração.
Leia mais welioinforma.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário