http://picasion.com/
http://picasion.com/

Radio

sábado, 10 de novembro de 2012

Solonópole mobilizados no Dia D contra raiva para cães e gatos

O serviço é gratuito. Todos os cães e gatos com mais de três meses de idade devem receber a vacina. Alguns cuidados devem ser tomados para que sejam evitados acidentes e constrangimentos na hora da vacinação. É recomendado levar os animais com coleiras ou guias. Eles devem ser conduzidos por pessoas que sejam capazes de controlá-los antes, durante e após a vacinação para não oferecerem riscos às pessoas envolvidas. Crianças não devem levar cães ou gatos para receberem a medicação.

A Vigilância Sanitária e os Agentes de Endemias e Zoonoses de Solonópole realiza a vacinação contra raiva em cães e gatos, neste sábado, durante todo o dia. As doses da vacina estão disponíveis para atender a demanda do município. A estimativa é de que todos os cães e gatos sejam vacinados nesta campanha.

O veterinário Dr. Erico Medeiros de Solonópole destacou a importância de se manter a segurança das pessoas e animais. Ele ainda destacou que, em hipótese alguma, será permitido levar a vacina para ser aplicada em casa. Apenas os profissionais presentes nos locais indicados estão autorizados a proceder com a imunização antirrábica

Quem reside na cidade poderá vacinar seu animal. A Vigilância Sanitária, Endemias e Zoonoses fica na Rua Dr. Queiroz Lima, S/N, Centro, e funciona das 8h às 17h. Para tirar dúvidas ou agendar a vacinação, o Solonopolense deve ligar para 3518-1386.

A vacinação é a única forma de evitar que animais domésticos contraiam raiva e transmitam a doença para humanos. Não tem contraindicações. Os donos dos cães e gatos devem levar para vacinar os animais a partir dos três meses de vida, inclusive fêmeas prenhas, evitando vacinar animais doentes. No dia de mobilização, em 10 de novembro, os municípios serão responsáveis pela distribuição dos postos de vacinação. A orientação da Secretaria da Saúde do Estado é de vacinar o maior número de animais possível nessa data. Depois, até o dia 15 de dezembro, as secretarias municipais de saúde manterão postos de vacinação para imunizar os animais não vacinados.

A melhor maneira de evitar a raiva em humanos é a prevenção. Além da vacinação dos animais domésticos, as secretarias de saúde dos municípios devem ser acionadas para capturar os animais de rua que podem portar a doença. Nas cidades, a presença de morcegos deve ser notificada aos departamentos de zoonoses. Em caso de cão raivoso, há uma mudança comportamental que chama bastante a atenção. Um cão dócil começa a atacar todas as pessoas sem motivo, rejeita inclusive a alimentação. Começa também a se esconder, parece desatento e, às vezes, não atende ao próprio dono. Saiba mais clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário