Radio

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Eunício confirma apoio à instalação da CPI do Acquário

O senador Eunício Oliveira, líder do PMDB no Senado, se pronunciou nesta sexta-feira (20), sobre a paralisação das obras do Acquário de Fortaleza, iniciado pelo ex-governador Cid Gomes e sucessivamente adiado, acarretando desperdício dos já escassos recursos públicos.

Eunício defendeu todo o apoio à instalação urgente de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia Legislativa do Estado para investigar possíveis irregularidades na condução das obras do equipamento.

Depois de conversar com lideranças do PMDB, o deputado Audic Mota subiu à tribuna do Plenário 13 de Maio, na manhã desta sexta-feria, para defender a instalação de uma CPI para investigar possíveis irregularidades na condução das obras do Acquário, conforme declarou o líder pemedebista na Assembleia.

Eunício confirmou que irá conversar com a bancada do PMDB na AL e também com a oposição para discutir o colhimento das assinaturas necessárias para a CPI. Essa seria a primeira CPI da atual Legislatura na Casa.

"Além do bloco de oposição na AL, defendo que outros parlamentares, o Ministério Público, assim como representantes do sociedade civil também apoiem. Essa investigação é fundamental. Nosso bloco de oposição está unido por um Estado mais transparente, com mais respeito ao dinheiro público”, afirmou o Senador.

O parlamentar defendeu ainda, que se aprofundem, por parte do Ministério Publico, as investigações sobre o dinheiro gasto na instalação da Refinaria Premium II, na paralisação da usina de álcool de Barbalha, além das diversas obras do Metrô de Fortaleza que estão abandonadas.

Para Eunício, também a inimitável compra por um governo estadual de quatro tuneladoras, conhecidas como tatuzões, com investimento de R$ 128 milhões, tem que ser investigada ao longo dos trabalhos. www.eunicio.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário