Radio

domingo, 29 de julho de 2012

Vereador Jean Pinheiro entrega à Câmara projeto de lei sobre exame de mamografia

O vereador Jean Nedson Pinheiro do Partido Democratas entregou na Câmara Municipal de Solonópole o Projeto de Lei nº 03/2012 de 25/07/2012 garantindo a toda servidora pública do Município de Solonópole, que tenha pelo menos trinta e cinco anos de idade, serem dispensadas por um dia, no ano, para realizar o exame de mamografia.

Paragrafo 1º - A dispensa ocorrerá com a apresentação da solicitação do exame confirmando o dia do exame.

Diante dos males que assolam a humanidade há um que colocamos em evidência e, neste caso, determinamos sua importância em forma de lei, incentivando à mulher – servidora pública do município de Solonópole, a fazer o exame de mamografia.

O constante crescimento de casos de câncer de mama que tem vitimado as mulheres preocupam as autoridades médicas. Uma das formas de combater o câncer é a prevenção e o diagnóstico precoce da doença. Ao se prevenir contra os riscos do câncer de mama, a mulher se protege e garante a sua vida qualidade e cuidados com seu bem estar.

Os profissionais da saúde tem orientado a toda mulher, após os 20 anos, a fazer mensalmente o autoexame das mamas. O primeiro exame clínico das mamas deve ser realizado aos 20 anos e repetido a cada três anos até os 40 e, então, anualmente. A primeira mamografia deve ser realizada aos 35 anos, repetida aos 40 anos e a partir daí a cada dois anos até os 50 anos, quando passa a ser realizada anualmente. Com os conhecimentos atuais de oncologia preventiva é possível fazer detecção precoce de câncer de mama, que na maioria das vezes recebe tratamento cirúrgico simples, conservador e exclusivo, sem necessidade de radioterapia ou de quimioterapia, e com grande probabilidade de cura.

A saúde da mulher precisa ser pauta de discussões aqui em nossos debates e em outras ocasiões consideradas oportunas no cuidado com a prevenção de doenças graves, como o câncer de mama. As mulheres são guerreiras e geradoras de vida e de amor. A todas elas o nosso respeito e o nosso empenho na valorização e na socialização de seus direitos.

Veja na íntegra aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário