Radio

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Cinco Mil trabalhadores rurais passam sede em Santana do Cariri

O período de estiagem está trazendo serias conseqüências aos trabalhadores rurais do município de Santana do Cariri, que já estão sem água para beber os pequenos açudes e reservatórios, estão secos os animais já não tem água com muita suficiência na zona rural, o clima entre os trabalhadores rurais é de muita preocupação porque eles, não sabem até quando terão água para consumir e dar aos animais.

O secretário de agricultura do Município, Valdir Braulio, informou que a situação é total preocupação estamos pedindo socorro aos governos estadual e federal, porque só o governo municipal, não tem como arcar com os carros pipas, estamos precisando de mais 3 carros pipas para nos socorrer, o município é muito grande e tem uma grande demanda de pedidos por água pelos trabalhadores rurais, apesar de estarmos sendo abastecidos por carros pipas da operação pipa do ministério da integração nacional, ainda não está sendo suficiente para matar a sede do homem do campo, o clima na zona rural é de muita angustia e medo de ficar sem água, a pouca água que está indo para as cisternas das residências só garante dois ou três dias, o restante da semana eles ficam sem água, devido a falta de carros pipas. Se, não chover até as fontes de água onde estão sendo retiradas á água para abastecer as comunidades, poderão secar e isso poderá não durar muito tempo, há uma média de cinco mil trabalhadores rurais, passando sede em Santana do Cariri.


O trabalhador rural Pedro Vieira, disse que o drama da seca está deixando nos trabalhadores sem saber mas o que fazer, porque não estamos mas agüentando a ficar sem água para consumir, a pouca água que vem para as nossas cisternas, e muito pouca só dar para bebermos dois ou três dias, o restante da semana ficamos sem água, há animais que estão sem água e estamos temendo uma grande mortalidade de animais, estamos pedindo aos governos estadual e federal, que tenham pena dos trabalhadores em minha casa até racionamento d água tenho que fazer, as vezes só tomamos banho uma vez por dia, mesmo com este sol e calor causticante, os pequenos açudes e reservatórios estão secos, o que há em toda a zona rural do município, é um clima de desilusão, as nossas crianças e pessoas idosas são as que mais estão sofrendo. Reportagem: Jornalista Amaury Alencar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário