Radio

terça-feira, 30 de abril de 2013

Bandido na rua Polícia confirma mandado de prisão para sequestrador

Um mandado de prisão preventiva decretada pelo juiz de Direito José Arnaldo dos Santos Soares, da Comarca de Solonópole, mas que respondia pela Comarca de Milhã, está em pleno vigor.

Francisco de Assis Fernandes da Silva, o ´Irmão´, saiu pela porta da frente da penitenciária FOTO: DIVULGAÇÃO.

A ordem judicial é para prender o assaltante de bancos e sequestrador Francisco de Assis Fernandes da Silva, o ´Irmão´ ou ´Barrinha´. O bandido foi solto do sistema penitenciário cearense no último dia 18, mesmo tendo contra si o mandado em aberto, conforme revelou o Diário do Nordeste, com exclusividade, na edição de ontem.

O mandado de prisão foi assinado pelo juiz no dia 8 de agosto do ano passado, atendendo a um pedido da Polícia Civil. Conforme investigações da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), ´Irmão´ foi um dos ´cabeças´ do assalto à agência do Banco do Brasil de Milhã na madrugada do dia 2 de agosto do ano passado. ´Irmão´ seria o responsável pela colocação e detonação dos explosivos nos caixas do BB.

Embora com mandado de prisão em aberto, ´Irmão´ deixou o presídio pela porta da frente. Conforme a Secretaria da Justiça e da Cidadania do Estado (Sejus), o sequestrador estava recolhido na Penitenciária Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, e não na CPPL I, em Itaitinga, como foi publicado.

A Sejus informou, ainda, que Francisco de Assis Fernandes da Silva estava recolhido na penitenciária desde o dia 16 de janeiro deste ano, por uma tentativa de homicídio, mas foi posto em liberdade no último dia 18, através de um alvará de soltura expedido pela 13ª Vara Criminal da Capital. Assegura também a Sejus que "o mandado de prisão de Milhã, em aberto, não consta em nenhum sistema de informação oficial da Justiça cearense ou nacional". A Reportagem, no entanto, apurou que o mandado de prisão assinado pelo juiz está cadastrado na Delegacia de Capturas e Polinter e quando o acusado foi mandado para o Sistema Penal houve a comunicação formal da existência da ordem de prisão judicial em Milhã.

Acusado de crimes como sequestro, roubo a banco e homicídio, além de tentativa de assassinato, ´Irmão´ recebeu o alvará de soltura expedido pela 13ª Vara Criminal por não ter sido denunciado pelo Ministério Público como autor de tentativa de homicídio contra policiais militares por ocasião de sua prisão, em 16 de janeiro último.

Ficha - Além de responder por crimes na capital cearense , ´Irmão´ também figura como réu no processo na Comarca de Maracanaú, porém em nenhum destes autos há ordem de prisão, segundo informou ao jornal a Sejus.

A libertação do bandido, considerado de altíssima periculosidade, surpreendeu as autoridades da Segurança Pública do Estado. Entre os anos de 2006 e 2007, ´Irmão´ foi investigado e preso pela Polícia Civil sob a acusação de participar de vários crimes de sequestro. Leia Mais no Diário do Nordeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário