http://picasion.com/
http://picasion.com/

Radio

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Suspeito de envenenar ex-mulher e matar vizinhas é liberado pela polícia

Segundo delegado, homem confessou ter colocado veneno em quentinha. Fato revoltou parentes e moradores do Bairro Bom Jardim.

O servente de pedreiro suspeito de envenenar três mulheres, no Bom Jardim, em Fortaleza, foi liberado pela polícia no fim da tarde desta quarta-feira (13). O suspeito de 20 anos prestou depoimento e confessou que colocou chumbinho na comida da ex-mulher porque não aceitava o fim do relacionamento. O delegado do 32º Distrito Policial do Bom Jardim, Rudson Rocha, afirmou que não pode prender o suspeito porque não havia situação de flagrante nem ordem judicial de prisão contra o homem.

“O crime aconteceu na semana passada. Não estamos mais no estado de flagrancia, não há preventiva temporária decretada contra ele. Ele se apresentou de forma espontânea. Colhemos o depoimento dele e depois foi liberado”.

Parentes das vítimas ficaram revoltados com a liberação. “Como é que uma pessoa confessa um crime diante do delegado, da lei, da justiça e fica solto. Envenenou a quentinha e ninguém faz nada?”, disse Franscisco Wagner Soares, viúvo de Maria Salete Vieira, 32.

saiba mais - Já a irmã de Sara Lima, 21, ex-mulher do acusado, que ainda está em estado grave, no hospital Frotinha, do Bairro Parangaba, na capital cearense, diz que o suspeito tem de responder pelo que fez. “Soube que ele vai ser solto por falta de provas. Eu que ele paque o crime”. 
O crime - O servente de pedreiro é suspeito de envenenar três mulheres e causar a morte de duas delas e foi detido na manhã de quarta-feira (13), em Fortaleza. O rapaz entregou à ex-mulher, na quinta-feira (8) à noite, uma quentinha com veneno para ratos misturado à comida. Segundo a polícia a mulher dividiu o jantar com duas vizinhas. Uma delas passou mal após comer e morreu no mesmo dia, a outra faleceu no hospital no dia seguinte. A ex-mulher está internada. 

Os dois estavam separados há cerca de 15 dias. Uma das vítimas é uma mulher de 74 anos e apresentou reações ao veneno ainda em casa, sendo atendida por uma ambulância do Samu. A outra vizinha tinha 32 anos. A ex, 21 anos, está no hospital Frotinha, do Bairro Parangaba, na capital cearense, em estado grave. Fonte: G1.Com/CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário