Radio

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

ESTRADAS Deputados pedem melhorias nas BRs

A situação das estradas que cortam o Ceará foi tema de reclamação dos deputados, na sessão ordinária de ontem da Assembleia Legislativa. Os parlamentares criticaram as condições das BR´s e ressaltaram matéria divulgada pelo Diário do Nordeste que dava conta de irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) na BR 116.


Segundo a matéria, foram indicadas falhas estruturais e funcionais no trecho que compreende os municípios de Icó, Barri e Milagres. Atualmente, a rodovia passa por obras e tem 96,52% de conclusão, mas, conforme auditores do TCU, a qualidade de 63% do trecho é regular ou ruim.
O relatório do Tribunal apontou que as falhas podem não estar relacionadas à execução das obras, mas ao projeto de pavimentação, que indicou a reciclagem de camadas do revestimento da pista. De acordo com o deputado Heitor Férrer (PDT), citando a matéria do Diário do Nordeste, somente no ano passado, 42 mil pessoas morreram nas estradas do Brasil, o que corresponde a 3.570 mortes por mês, ou 119 brasileiros por dia.
O pedetista alega que as estradas são construídas por empreiteiros que "bancam campanhas eleitorais e tiram o investimento nas construções". Para ele, alguém está lucrando às custas da insegurança da população, uma vez que o Governo paga por uma estrada boa e o empreiteiro entrega em péssimas condições. Férrer fez um paralelo com o que ocorre em países como a Espanha, onde 59 morrem para cada milhão de pessoas. No Brasil, de acordo com o deputado, são 225 pessoas por milhão de habitante, o que representa 381% a mais do que no País europeu.

Falta de empenho - O deputado Welington Landim (PROS) enfatizou que os estados da Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte investiram em suas BRs, mesmo sendo competência do Governo Federal. Ele diz que isso não ocorreu no Ceará pela falta de empenho dos deputados federais e senadores.
Tino Ribeiro (PSDC) pediu apoio dos deputados para aprovação de um requerimento de sua autoria para o asfaltamento da CE 138, que liga a BR 116 à CE 040, na altura do município de Cascavel. Ele ressaltou que a rodovia estadual ainda é carroçal nesse trecho e, se for asfaltada, diminuirá o percurso de Fortaleza à região do semiárido de Cascavel em 40 quilômetros.

Antonio Carlos afirma que em Quixadá a estrada que liga a usina de biodisel a Banabuiú está "cheia de remendos" e precisa ser refeita. "É preciso cobrar de quem é de direito, do Governo Estadual", reclamou. DN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário