Radio

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Município de Milhã realizou o 1º Fórum Comunitário do Selo Unicef

Sociedade e Governo unidos por uma meta transformadora: fortalecer as políticas públicas a partir de um plano de ações voltado para alcançar avanços na melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes de Milhã.

Atingir esse propósito, a partir de um consistente planejamento participativo, foi a principal missão do 1º Fórum Comunitário Selo Unicef, realizado nessa segunda-feira, 11, no Auditório da Casa do Idoso.

Com ampla participação de representantes de diferentes segmentos da sociedade civil e de setores da Prefeitura Municipal, o fórum constitui uma das ações primárias para que Milhã alcance o Selo Município Aprovado do Fundo das Nações Unidas para a Criança (Unicef), que avaliará as políticas voltadas para o público infantojuvenil no quadriênio 2013-2016. A certificação é uma iniciativa para melhorar as condições de vida das crianças e dos adolescentes no Semiárido e na Amazônia Legal Brasileira.

O Fórum Comunitário Selo Unicef representa uma estratégia para promover o fortalecimento da participação social nos processos de planejamento, execução, monitoramento e avaliação das políticas públicas para crianças e adolescentes. “Este é o momento para, em conjunto e de forma unificada, fazer um planejamento para enfrentar os desafios, compartilhar e fortalecer as ações, atividades e os programas que existem em cada secretaria voltados para crianças e adolescentes”, declarou a primeira dama e secretária municipal de saúde, Érica Silva.

“As políticas desenvolvidas no nosso município chamam atenção como as ações da Secretaria de Assistência Social, que conta com muitos programas que incluem os adolescentes e jovens”, completou o vereador Osvaldo Filho, que representou o prefeito Otacílio Macêdo e a Câmara de Vereadores.

O Selo Unicef é um reconhecimento internacional concedido aos municípios que alcançaram resultados significativos no esforço para melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes. A certificação potencializa os direitos desse público, amplia e qualifica as políticas públicas e contribui para que sejam alcançados os objetivos do Pacto Nacional Um mundo para a Criança e o Adolescente do Semiárido e da Agenda Criança Amazônia. Por meio dessa iniciativa, governos, sociedade, empresas e organismos internacionais unem esforços para melhorar as condições de vida do público infantojuvenil. Por DivulgaMilhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário